O cavalo de Tróia brasileiro

Antes de mais nada, eu gostaria de me desculpar com os amigos e companheiros de valor que conheci e com quem convivi durante o período em que fui filiado ao PT. Ao mesmo tempo quero dizer que lamento que, a despeito de sua história de vida pública irrepreensível, tais companheiros tenham decidido continuar apoiando esse governo sem rumo que está levando o Brasil para um beco sem saída, frustrando as expectativas de milhões de brasileiros em um futuro melhor para todos. Em vez disso, vemos os sonhos e as esperanças do povo serem enterrados sob uma avalanche de escândalos de corrupção e desmandos para os quais não há nenhuma explicação a não ser a mais absoluta falta de qualquer senso de moralidade por parte dos políticos.

Quando iniciei este blog, eu não pretendia que ele fosse um espaço de militância político partidária nem tampouco um canal de discussões acadêmicas. Também não queria ficar tratando aqui de tragédias, violência, corrupção e outras mazelas. Mas é impossível não pensar que dediquei uma parte significativa da minha juventude, juntamente com muitos companheiros, à atuação em movimentos sociais e, posteriormente, em um partido que já não é mais o portador de uma novidade para os trabalhadores e os setores menos favorecidos da sociedade. Agora, esse partido se igualou aos demais, valendo-se de toda sorte de artimanhas e espertezas para barganhar cargos, vantagens e propinas vindas de todos os cantos.

Sim, eu estou decepcionado e desiludido. Em 1989, quando entrei para o PT, eu acreditei, piamente, que não havia nada mais emblemático e revolucionário do que um operário, um homem do povo, como nós, ocupando a Presidência da República pelo voto direto. Depois da derrota eleitoral, naquele ano, entrei de cabeça na militância, na fé de que cada ato realizado pelo conjunto de filiados e simpatizantes era um tijolinho a mais colocado na construção de um ideário e de uma história de lutas e conquistas para todos.

Mas, já em 1995, eu percebi que a prática cotidiana dos que tinham o controle da máquina partidária não espelhava uma preocupação com o pluralismo e a democracia e tampouco com a sinceridade e a honestidade. Foi em Guarapari/ES que se realizou, nesse ano, um encontro nacional do partido e em que tive a oportunidade de ver em ação os srs. José Dirceu, José Genoíno, Lula e cia. ltda. Lá eu tive uma pequena mostra do que eles eram capazes de fazer com os próprios companheiros de partido: golpes, jogo baixo, egocentrismo, egoísmo, desrespeito para com a democracia e a moralidade. Desde então, fui-me afastando aos poucos do partido, até me desligar por completo.

Mesmo não estando mais filiado, ainda continuei a acreditar em vários companheiros com os quais convivi e tinha certeza de que eram honestos e verdadeiros em suas propostas. Continuei a votar neles e no PT. Mesmo não estando mais filiado, ainda achava que o conjunto de idéias que sempre debatíamos era válido e era o referencial maior para todos eles.

Pois bem, o resto que veio depois disso, todos sabemos e está nos jornais de todo o mundo. Não é segredo. O partido autoproclamado revolucionário se tornou um autêntico “cavalo de tróia” trazendo destruição e ruína para o Brasil. Isso porque os que o controlam (quer dizer, o mesmo grupo que estava no controle em 1995) só estão preocupados consigo mesmos.

Alguns ex-petistas que eram, de fato, honestos e verdadeiros, não foram capazes de representar uma alternativa concreta para essa máquina viciada que se tornou o PT. Foram sufocados por expedientes de traição e golpismo, a exemplo do que ocorreu com a Marina Silva.

Agora, a nós brasileiros, não restou muita coisa. Sinceramente, não acredito em PSDB, PMDB ou qualquer outra sigla. Será preciso mais algumas décadas até surgir alguém de valor com a capacidade de se impor e trazer novidades boas para o País.

Eu só penso que o melhor a fazer, para mudar o mundo, é começar por pequenas mudanças em nosso âmbito de convivência diária, nos nossos lares, no ambiente de trabalho, no condomínio, nas rodas de amigos…, cultivando valores e idéias que nos levem a um patamar superior de ação coletiva verdadeiramente orientado pela ética.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s